August 26, 2008

Conimbriga


A maior cidade romana encontrada em Portugal, localiza-se na freguesia de Condeixa-a-Velha, distrito de Coimbra.

Ruínas de Conimbriga

Ruínas de Conimbriga
Casa da Cruz Suástica

Trata-se de um vasto sítio arqueológico, que à época da Invasão romana da Península Ibérica constituiu-se na principal cidade do Conventus Scallabitanus, província romana da Lusitânia.

Ruínas de Conimbriga
Casa de Cantaber

A evidência arqueológica revela-nos que Conimbriga foi habitada, pelo menos, entre o séc. IX a.C. e Sécs. VII-VIII, da nossa era.

Ruínas de Conimbriga
Casa dos Esqueletos

Ruínas de Conimbriga
Insula do Aqueduto

Quando os Romanos chegaram, na segunda metade do séc. I a.C., Conimbriga era um povoado florescente. Graças à paz estabelecida na Lusitânia operou-se uma rápida romanização da população indígena e Conimbriga tornou-se uma próspera cidade.

Ruínas de Conimbriga
Forum

O Forum era o coração da cidade antiga, dele partiam as artérias principais: onde se concentrava a religião, a magistratura, o poder e a política,
a bolsa e o comércio.

Ruínas de Conimbriga
Forum

Seguindo a profunda crise política e administrativa do Império, Conimbriga sofreu as consequências das invasões bárbaras. Em 465 e em 468 os Suevos capturaram e saquearam parcialmente a cidade, sendo esta parcialmente abandonada.

Ruínas de Conimbriga
Uma das raras cidades romanas que conserva a cintura de muralhas.

Ruínas de Conimbriga
Termas da Muralha

Conimbriga corresponde actualmente a uma área consagrada como monumento nacional, definida por decreto em 1910.

Ruínas de Conimbriga
Casa dos Repuxos

Ruínas de Conimbriga
Casa dos Repuxos

Ruínas de Conimbriga
Casa dos Repuxos

O Museu Monográfico de Conimbriga, criado em 1962, é exclusivamente dedicado ao sítio arqueológico.
Os objectos expostos foram encontrados durante as escavações que, com grandes interrupções, se realizaram de 1899 e ilustram a vitalidade desta cidades.

Ruínas de Conimbriga

Forum, maquete à escala de 1/50 do que foi o santuário do culto imperial construído durante o último quartel do séc.I.

Ruínas de Conimbriga

Através de algumas esculturas, mosaicos e fragmentos de estuques, o ambiente requintado em que viviam as famílias mais ricas, mostram alguns bons exemplares de elementos arquitectónicos do período que se seguiu à invasão suévica e expõem os objectos ligados à religião (pagã e cristã), às superstições e ao culto dos mortos praticados pelos habitantes de Conimbriga.

9 comments:

cibele said...

Uma bela aula de hitória, pekena!!
=***

Paula said...

Adorei Nia... Espero conhecer mais sobre seu país!
Bjinhos

Patricia said...

Nia também é cultura!!!
rsrsrsrsrs
adorei!
bjs

carol sweet pink said...

Adoreiiiiiiii as fotos, muito legal saber mais sobre teu país ;-)
Beijos =*

Fabi said...

Adorei as fotinhas... e também conhecer um pouquinho mais da história do seu país. Bjss

Shi said...

obrigada por dividir tudo isso :)
saudade

cibelestudart said...

Passei para desejar um ótimo fim-de-semana *Ü*

♥ Nia said...

Ci, eu nem conhecia Conimbriga! Foi a minha primeira visita, é bonito conhecer um pouco mais da nossa história :) e dos romanos pequeninos heheheheh

Obrigada pelas visitas amigas!!
Bom saber que gostam do meu cantinho, é para vocês que faço este espaço :D

Abracinho graaaaaaaande!!!

Ana Paula said...

A-DO-REI! Turismo não tem preço!
Tão bom passear, conhecer lugares, descobrir histórias! ♥ Beijos.

Post a Comment

Os vossos comentários fazem-se sorrir :) Obrigada!!

Your comments make me smile :) Thank you!!